Diferenças entre edições de "O que é a Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica?"

Linha 1: Linha 1:
 +
{{Teste 4
 +
|Autor=Autor W
 +
|Última atualização=2015/10/01
 +
|Designação=Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica
 +
|Sigla=DPOC
 +
|Causas / Fatores de risco=Tabagismo
 +
|Sintomas=Falta de ar, Cansaço, Incapacidade funcional
 +
|Formas de apresentação=Bronquite Crónica, Enfisema Pulmonar
 +
}}
 
==Resumo==
 
==Resumo==
 
<onlyinclude>
 
<onlyinclude>
Linha 9: Linha 18:
 
<br>
 
<br>
 
Consulte o seu médico e aconselhe-se!
 
Consulte o seu médico e aconselhe-se!
 
{{Artigos
 
|Designação=Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica
 
|Sigla=DPOC
 
|Âmbito=Doenças pulmonares, Doenças respiratórias
 
|Causas/Fatores de Risco=Tabagismo
 
|Sintomas=Falta de ar, Cansaço, Incapacidade funcional
 
|Formas de Apresentação=Bronquite Crónica, Enfisema Pulmonar
 
|Autor=-
 
|Última Atualização=2015/10/01
 
|Designação da Doença=Doença Pulmonar Crónica Obstrutiva
 
|Sigla da Doença=DPOC
 
|Âmbito da Doença=Doença pulmonar e respiratória
 
|Causa(s) da Doença=Tabagismo
 
|Sintoma(s) da Doença=Falta de ar, Cansaço, Incapacidade funcional
 
|Forma(s) de Apresentação da Doença=Bronquite Crónica, Enfisema Pulmonar
 
}}
 
 
</onlyinclude>
 
</onlyinclude>
  
 
+
<br>
 
== O que é a DPOC? ==
 
== O que é a DPOC? ==
 
----
 
----

Revisão das 11h09min de 30 de novembro de 2015

Predefinição:Teste 4

Resumo

A doença pulmonar crónica obstrutiva (DPOC) é uma doença pulmonar progressiva que se caracteriza por falta de ar, cansaço, e incapacidade que evolui lentamente com diminuição da capacidade respiratória, provocando a morte precocemente.
A principal causa é o tabagismo.
Se acha que se cansa mais do que uma pessoa da sua idade, se é fumador ou já fumou, se tosse ou apresenta expetoração ou catarro muitas vezes na maior parte dos dias e se se constipa durante o inverno cada vez mais e durante mais tempo do que era habitual: Pense que pode ter uma DPOC.
Consulte o seu médico e aconselhe-se!



O que é a DPOC?


Pulmao.png

A doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) é uma inflamação crónica dos brônquios motivada pela ação de irritantes como gases e partículas nocivas. A sua instalação é lenta e progressiva.


A principal causa é o cigarro, contando para 80% dos casos, mas outras formas de fumo do tabaco como o cachimbo também estão implicadas, assim como a marijuana. A exposição a gases e partículas ocupacionais e da poluição, assim como fumos de fogos e incêndios contam para os restantes 20%.


Pode ter duas formas de apresentação: bronquite crónica e enfisema pulmonar. Na bronquite há sobretudo produção de muco (expetoração), enquanto no enfisema se verifica uma destruição gradual da parede dos alvéolos pulmonares.


Caracteriza-se por uma obstrução das vias aéreas apenas parcialmente reversível, que dificulta a passagem de ar nos pulmões, sobretudo na expiração.


Dados estatísticos


Em Portugal:

  • Afecta até cerca de 15% da população acima dos 40 anos
  • A prevalência aumenta com a idade
  • Pode estar presente em cerca de metade dos homens (47,2%) acima dos 70 anos


No mundo:

  • 1990 era a 6ª causa de morte.
  • 2020 será a 3ª causa de morte.
  • A maior parte dos doentes com DPOC não sabem que sofrem desta doença


Como suspeitar?


Se responder sim a 3 destas 5 perguntas tem uma probabilidade de sofrer desta doença:

  • Tem mais de 40 anos?
  • É fumador ou ex-fumador?
  • Tosse muitas vezes na maior parte dos dias?
  • Tem expetoração ou “catarro” na maior parte dos dias?
  • Cansa-se com mais facilidade do que as outras pessoas da sua idade?


Sintomas associados


  • Falta de ar;
  • Cansaço
  • Incapacidade funcional;
  • Aumento dos custos nos cuidados médicos: consultas, recurso ao SU, internamento.


Exames médicos


A espirometria (teste funcional respiratório) é um exame fundamental para o diagnóstico e para estabelecer a evolução esperada da doença.


Que cuidados devo ter?


  • Dieta adequada:
    • A doença leva a um maior gasto de energia, obrigando a uma dieta saudável e equilibrada, capaz de aportar a quantidade necessária de calorias e nutrientes, indispensáveis a um bom funcionamento do organismo:
      • Pequenas refeições, 5/6 x por dia, para facilitar a digestão e conservar energia;
      • Coma algum peixe ou carne, importantes fontes de proteínas;
      • Coma frutas e legumes, diariamente;
      • Evite alimentos refinados, designadamente, os que contêm açúcar;
      • Evite comer carne fumada;
      • Evite ou diminua a ingestão de alimentos fermentados:
      • Beba bastante água.
  • Cessação tabágica;
    • A DPOC está associada aos hábitos tabágicos, com mais de 20% da probabilidade de um fumador contrair a doença. Deixar de fumar trava o processo e é o objetivo mais importante neste contexto
  • Reabilitação funcional respiratória:
    • A reabilitação funcional respiratória pretende melhorar a capacidade de exercício, reduzindo a sensação de falta de ar e de fadiga e fortalece os músculos respiratórios. Diminui as hospitalizações e melhora a qualidade de vida dos doentes.


Prognóstico


A evolução da doença depende de um diagnóstico atempado, da cessação tabágica e do tratamento adequado.
Abandonar o tabaco é um fator fundamental para melhorar a vida e a qualidade de vida de um doente com DPOC.


Conclusão


A DPOC é causa de sofrimento e morte. O tabaco é a principal causa. Consulte o seu médico. Previna-se.


Referências recomendadas


  1. Global strategy for the diagnosis, management and prevention of COPD . The Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease. 2015
  2. Programa GOLD - Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease
  3. Associação portuguesa de pessoas com DPOC e outras doenças respiratórias crónicas

Banner.jpg